Amigo Frank

Amigo Frank – 18/08/2014 ◌ 21:29

Imagino a falta que você faz,
Imagino-a porque a sinto
Em meu peito sucinto,
Uma solidão voraz.

Quatro patas e uma amizade,
Viveu com lealdade,
Deu amor sem medir.
Sempre me esperou depois do meu partir.

Audição absoluta,
Olhar atento,
Minha voz escuta,
Percebe cada movimento.

Cresceu e acompanhou minha vida.
Sinto que foi rápido demais,
Passaram-se os anos,
Gostaria de voltar atrás.

Contigo brincaria mais,
Perceberia mais o seu tempo presente,
Menos o meu passado ausente,
E menos ainda meu futuro não pertencente.

Obrigado cão amigo!
Você me humanizou muito mais
Do que eu o antropomorfizei.

Acho que somos muito mais cuidados por esses seres do que pensamos cuidar.
De qualquer forma, a troca foi inesquecível Frank!

Sentirei agora a eterna saudade
Que você tanto você sentia
Quando de casa eu saía.

Thiago Sczcepanik